Projeto Preliminar • Arquitetura prática

Vamos falar de Projeto ou Estudo Preliminar. Clientes costumam não se empolgar nessa etapa, mas é de EXTREMA importância. Então explique isso ao seu cliente e diga a ele que na etapa seguinte, ele terá aquele 3D bem realista para curtir.


Mas, antes de tudo tenha o levantamento do espaço pronto! Sem ele você não sai do lugar. Reserve um dia todo para fazer as medições sem pressa. É bem trabalhoso e você não pode esquecer nada, senão terá que voltar nos próximos dias. Puxe a trena pra tudo! Pontos de elétrica, ponto de hidráulica, pé direito, altura de vigas e etc. Enfim, se for necessário faço um post sobre levantamento de espaços. Uma dica que posso te dar já: deixe claro para o cliente que seu cronograma só começa a correr depois das chaves da casa ou apê entregues à você!


No estudo preliminar apresento em reunião todas as possibilidades de Layout do espaço. Levo sempre três opções. Para isso, preciso estar com tudo em mãos: manual do proprietário; todas as plantas entregues pela construtora (elétrica, hidráulica, civil e etc); e o levantamento completo do lugar feito por você. O manual do proprietário deve ser lido com atenção para que você não apresente uma proposta de gourmet integrada à sala ao seu cliente, e depois tenha que desfazer a expectativa por não poder intervir na fachada. Mas, o manual da construtora pode estar proibindo algumas modificações já liberadas nas reuniões de condomínio. Então, dá uma ligadinha pro sindico e tire suas dúvidas!


Foto: Studio Open House l Dia de Medição

Imagem: Studio Open House l Plantas entregues pela construtora


Com todas as informações e plantas necessárias, você sabe quais paredes pode demolir, quais ambientes integrar, quais pontos de hidráulica podem ser alterados. Assim você já consegue perceber o estilo do projeto e o qual proposta quer apresentar ao seu cliente.


Outro ponto importantíssimo que deve ser estudado nessa etapa é a circulação e ergonomia do espaço. Sabe, para que seu cliente não tenha que ficar andando de ladinho pela casa, ou bater o encosto da cadeira no aparador de apoio quando se sentar. A planta deve conter todas as cotas necessárias. Nessa etapa você também deve dimensionar os mobiliários, marcenaria, marmoraria e etc. Onde você está propondo o cooktop, a cuba e a geladeira, por exemplo. Se a mesa de jantar redonda fica melhor ergonomicamente no espaço. Ou se é possível a execução de duas cubas no banho de casal.


Agora, a melhor dica: quem gosta de planta é arquiteto!!! Sempre falo isso. Precisamos mostrar as plantas do projeto preliminar para discutir tudo isso que acabei de falar. Mas, capriche em um 3D esquemático para ilustrar o layout. Bem básico! Os meus são monocromáticos, com bloquinhos bem genéricos. Antes que surja a duvida: o programa que eu uso é o SketChup + Vray. Coloquei umas imagens para que você possa entender do que estou falando.


Sabe aquele post sobre Brifing? Então, muito dele você também pode descobrir nessa etapa do projeto. Deixe o projeto preliminar bem redondo e tudo de acordo com o que seu cliente espera. Ele é super importante para a execução do projeto conceitual e para que você não tenha que ficar voltando para realizar modificações.


Ufa! Acabou. Espero que tenham aproveitado! Tchau e até o próximo post de #arquiteturapratica.



Imagem: Studio Open House l Planta do Projeto Preliminar

Imagem: Studio Open House l Maquete Eletronica

Imagem: Studio Open House l Maquete Eletronica

Imagem: Studio Open House l Maquete Eletronica