Receba as novidades do Blog!
  • Cinza ícone do YouTube
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Pinterest Icon
  • Grey Instagram Icon

O Studio • Arquitetura prática

Dando o Start na sequencia de post da #arquiteturapratica vou te contar como o Studio surgiu. Amo ter meu próprio escritório e apoio todos que tem o mesmo sonho. Nossa profissão vale a pena! E não descobri isso do dia pra noite. Se eu te contar que, ainda na faculdade, eu dizia que nunca iria trabalhar com Interiores, porque não levava jeito? Pois é! Por isso, acho super importante trabalhar por um tempo em escritórios de arquitetura por aí. Vou te explicar por que...


Antes de criar o Studio trabalhei em dois lugares especiais. Quando ainda estava na faculdade, estagiava na empresa do meu pai, uma empreiteira que fazia obras para construtoras aqui em SP. Tive uma boa base do dia a dia na obra, mas não se compara com o trabalho que tenho hoje com Design de Interiores. Nessa época ainda não tinha certeza para qual área da arquitetura escolheria seguir. Até que um dia, avisei meu pai que estava saindo de lá para trabalhar em um escritório de arquitetura. Queria de fato projetar.




Trabalhei no Espaço Novo, escritório especialistas em arquitetura de varejo (se não o conhece , vá em frente! Realizou projetos incríveis por SP). Estagiei um tempo e depois voltei como arquiteta Freelancer. Foi pesado! Nossa área requer muitas horas de trabalho, mas, posso dizer que a base de projeto que tenho hoje é 90% do que aprendi lá. Não fazia idéia do que era um projeto real, um caderno de marcenaria e etc. Vamos ser sinceros, na faculdade somos encorajados no campo criativo, mas saímos sem entender nada sobre a prática do dia a dia. Mas tudo bem! É para isso que servem os estágios e trabalhos nos escritórios por aí. Então, participe do mercado. Trabalhe para outros arquitetos para pegar todas as ''manhas''.


Depois de um tempo, comecei a perceber minha vontade de executar meus próprios projetos! Você pode não acreditar, mas meu ponto de partida foi ir até uma gráfica e imprimir meus primeiros cartões de visita. Entreguei em todos os lugares que podia. Deixei em estabelecimentos de amigos, em lugares que passava para tomar um café enfim, tenha um pouquinho de cara de pau e pergunte se pode deixar seus cartões no balcão. Eu ainda trabalhava no Espaço Novo quando recebi a ligação do meu primeiro cliente. Daí pra frente tudo foi acontecendo naturalmente. Você pode até dizer que conseguir o primeiro cliente via cartão de visita foi sorte, mas não foi! Já consegui mais clientes por esse meio do Marketing.


Quando vejo meu primeiro projeto, não acredito como consegui. Aos trancos e barrancos, hoje tenho meu formato que uso para todos meus projetos, mas que vira e mexe sofre melhorias. Sempre estamos aprendendo algo novo, nunca vamos saber de tudo, e isso é ótimo! Mas o que quero te passar nessa sequencia de conteúdos é o que aprendi até aqui, e o for aprendendo com o dia a dia de arquiteta. Bem vindos ao novo Nicho do Blog: #arquiteturapratica.