Briefing • Arquitetura prática

Mais um post sobre #arquiteturapratica saindo do forno! No último post, falei sobre a primeira reunião com o cliente. Se ainda não leu, clica aqui! Mas hoje vou te contar sobre o Briefing: a alma do projeto. Cada família tem seus desejos, sonhos, e ambições. Isso torna cada projeto único. Por isso você precisa saber como colher todas as informações. Conhecendo seu cliente e recolhendo o máximo de contúdo, você tem seu norte para projetar.

Parece fácil, mas algumas vezes demoramos para entender o que o cliente realmente espera do seu projeto. Tem cliente que sabe o que quer. Tem cliente que não faz idéia do que quer. E, tem cliente que acha que sabe o que quer, mas não sabe! Confuso né?


Por isso, gosto de conversar muito com meus clientes sobre o dia a dia, necessidades e estilo. Sempre tento inclui-los nas idéias. Perguntar o que acham sobre tirar tal parede, por exemplo. Pra saber a real opinião. E, vou te falar: alguns clientes mandam muito bem nas idéias! Aproveite aquela visita à casa deles, para tirar medidas de móveis que irão para a casa nova para sentir a atmosfera. Costumo iniciar conversas descontraídas também, como um bate papo entre amigos sobre outros assunto. Ajuda, e muito!


Ah! Outra dica ótima para um Briefing daqueles: peça a eles que mandem referências de projetos que encontraram na internet. Hoje, todo cliente já chega com uma bagagem de imagens salvas no Pinterest. Peça para vê-las!



E essa é só a pontinha do Iceberg. Como tudo em nossa profissão, entre a estética sempre há técnica. É super importante perguntar sobre o orçamento e tempo estimado para a mudança. O orçamento é importante para que você realize o projeto que caiba no bolso do seu cliente. Pra ser sincera, é difícil receber o Budget logo de cara. Mas ao longo do projeto, você já consegue pescar a intenção de custo, vai por mim!


Agora, sobre o cronograma. Sempre é o maior problema. Clientes geralmente não fazem idéia do trabalho e tempo que leva para executar um projeto e depois somar isso à obra. Então, já pergunte qual a expectativa de tempo de mudança para alinhar isso à suas horas de trabalho. E se tempo esperado for surreal, já aproveite para ser sincero quanto ao tempo que tudo isso levará!


Entenda que as perguntas técnicas são importantes, mas que o Briefing é principalmente a essência do seu cliente. Não é regras para se descobrir tudo isso. Acho até que é uma metodologia muito particular. Eu, por exemplo viro amiga dos meus clientes! Alguns viram quase família. Mas, se você for mais introvertido, talvez uma listinha com perguntas chave seja uma ótima opção para um Briefing incrível!


Depois dessa aula para descobrir as expectativas do seu cliente, preciso te dar a dica mais importante de todas: faça de tudo para supera las!